12/05/2017

QUINZE REGIÕES CATARINENSES RECEBEM O WORKSHOP ALIANÇA SAÚDE COMPETITIVIDADE

Eventos já reuniram centenas de líderes para discutir desafios e perspectivas da saúde e segurança do trabalhador. O encerramento desta grande rodada de discussões se dará em Florianópolis ainda neste semestre.

No último mês de abril, a Aliança Saúde Competitividade realizou seu 15º workshop, no qual busca engajar líderes no debate dos desafios e perspectivas para a saúde e segurança do trabalhador catarinense. Os encontros já reuniram mais de 680 participantes, entre os quais empresários, diretores, gerentes, engenheiros, técnicos de SST e profissionais de recursos humanos de diferentes setores, como metalomecânico e metalurgia, alimentação, energia, móveis e madeira, têxtil e vestuário, construção civil, papel e celulose, cerâmica, máquinas e equipamentos e educação, entre outros.

As regiões de Chapecó, Lages, Criciúma, Itajaí, São Bento do Sul, São Miguel do Oeste, Tubarão, Caçador, Joaçaba, Brusque, Rio do Sul, Jaraguá, Joinville e Blumenau já sediaram a iniciativa. O encerramento desta grande rodada de discussões se dará em Florianópolis ainda neste semestre.

“Desejamos trazer a pauta de saúde e segurança para o nível decisório da indústria, objetivando que o assunto não fique limitado apenas à equipe técnica, mas esteja entre os assuntos abordados por CEOs, diretores e donos de empresa. Tendo consciência de que a saúde e segurança do trabalhador estão diretamente relacionadas à produtividade e competitividade, o líder conduzirá seus negócios na construção de uma empresa mais sadia, produtiva, economicamente viável e reconhecida pela sociedade por sua reputação e imagem positiva”, ressalta o superintendente do SESI/SC, Fabrizio Machado Pereira.

Através de diferentes dinâmicas, o Workshop Aliança Saúde Competitividade possibilita a troca de experiências, o compartilhamento de boas práticas, o debate e o levantamento dos desafios e perspectivas da saúde e segurança do trabalhador. Discussões em grupo e pesquisas promoveram o levantamento de soluções com base em quatro temas: Cultura para saúde e segurança, ambiente de trabalho e tecnologias, parcerias público-privada e gestão para competitividade. Estes dados serão consolidados e possibilitarão priorizar as necessidades das indústrias relacionadas ao tema e a construção de planos de ação específicos de acordo com a realidade de cada região catarinense.

Galeria

Notícias Relacionadas